terça-feira, 23 de agosto de 2011

A minha Vida numa Imagem

Ascending and Descending, M. C. Escher, Ascendente e Descendente
Ascending and Descending - M. C. Escher

Neste desenho de Maurits Cornelis Escher, Ascending and Descending, de 1960, deparamos-nos com uma escada onde tanto se pode subir como descer. Se seguirmos os passos dos monges, chegamos à conclusão que cada um deles sobe (ou desce) sempre um degrau. No entanto, após uma volta, cada monge regressa sempre ao lugar de onde partiu. Embora andem sempre - o que poderá ser entendido como uma certa liberdade - os monges estão presos pelo seu movimento - por mais que andem, voltarão sempre ao mesmo lugar. No entanto, continuam sempre, iludidos pela ideia de que estão a subir ou a descer, iludidos pela ideia de que chegarão a algum lugar. 
De fora do círculo vicioso descrito estão dois monges, ao contrário dos outros, parados. Um parece observá-los - como se tentasse compreendê-los. O outro está sentado nas escadas, indiferente ao que se passa, como que conformado. À espera.

6 comentários :

  1. Eu me vejo como o monge que senta na escada e simplesmente observa aos outros lutando pelas mudanças e espera pacientemente que elas aconteçam ao acaso!

    http://homemgama.blogspot.com/2011/08/desafio-livros.html

    ResponderEliminar
  2. Esses dois monges já percorreram esse trajecto muitas vezes, decerto...

    ResponderEliminar
  3. Olá Homem Gama, obrigado pela visita. Não sei como qual me vejo, se é que me vejo como algum...

    Abraço

    ResponderEliminar
  4. Olá Pinguim,

    Tenho uma opinião diferente, embora a gravura de Escher deixe essa hipótese...

    Simplesmente há as ceifeiras e os outros.

    Abraço.

    ResponderEliminar
  5. The fanatic reader, obrigado pela visita. Sim, penso que a vida é isto mesmo: por mais que fujamos, acabamos sempre por chegar ao lugar de onde partimos. Abraço

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...