segunda-feira, 6 de junho de 2011

Era Julho, época das ceifas

Ceifas, Coração, Trigo


Era Julho, época das ceifas
Quando os sorrisos percorrem
Alegres, os campos e cearas,
De boca em boca, e o voar
Das borboletas vai de flor em flor
Beijar as faces das ceifeiras.
Ouvia-se o seu límpido cantar
Vozes rumorejando pelo ar
O murmúrio estival do amor.
Sussurei baixinho o teu nome
Por entre o trigo e o centeio
- Ainda ouves a brisa fresca,
O lento gorgolejar da ribeira? -
E fiquei quietinho à espera,
A imaginar as tuas carícias,
O teu olhar e os teus beijos...

2 comentários :

  1. Obrigado. Tentei que fosse. Tenta-se sempre. E às vezes - quero pensa-lo! - consegue-se...

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...