quarta-feira, 12 de novembro de 2014

De Princesa a Zé-Ninguém...


A EuroMilionária de Marco de Canaveses agora passa os dias nos jornais; um dia é porque ficou com dinheiro do antigo companheiro, no outro é porque o novo marido lhe ficou com dinheiro; no primeiro caso queixava-se ele que o dinheiro lhe pertencia, no segundo queixa-se ele que afinal foi ele que ganhou.

Não me admiro. Não concordo, no entanto, que seja porque foram pobres, ou porque não tinham "educação financeira", ou porque a riqueza ou pobreza não esteja no dinheiro. O problema é que há pessoas que não sabem, intimamente, o que é que se pode comprar - e o que é que não se pode comprar. Conheço muitas pessoas assim, e nunca foram ricas, ou ganharam o EuroMilhões.

Amor e Amizade não se compram - nem se vendem. Ponto. Carros e Casas compram-se - e vendem-se. Ponto. Afecto e Carinho não se compram - nem se vendem. Ponto. Computadores e Smartphones compram-se - e vendem-se. Admiração e Respeito não se compram - nem se vendem. Ponto. Há coisas que se compram - há outras que se conquistam. Para as primeiras é preciso dinheiro, para a segundas nem todo o dinheiro do mundo é suficiente. Só nas novelas.

Portanto, se jogam no EuroMilhões para comprar amor, amizade, carinho, afecto, admiração, respeito, ou qualquer coisa desta categoria, melhor fazem se pouparem os dois euros da aposta. Aproveitem o dinheiro e tomem um café com alguém - talvez vos saia a outra sorte grande. Exige maior investimento, exige um investimento diferente, mas normalmente é mais fácil de encontrar. Há no mundo mais pessoas que amam e são amadas - que aquelas que são ricas; apesar de todo o sofrimento e desamor que por aí anda...

(As pessoas não são colonizáveis!) 

2 comentários :

  1. Eu sempre fui imensamente "rico" e nunca ganhei nenhum euromilhões.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Há riquezas e riquezas... Convém saber separá-las... Porque senão o resultado são estas salganhadas...

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...