sexta-feira, 18 de julho de 2014

«O correto uso do papel higiênico» A última crónica de João Ubaldo Ribeiro

João Ulbaldo Ribeiro, Viva o Povo Brasileiro
João Ubaldo Ribeiro lendo o seu romance Viva o Povo Brasileiro
 
O título acima é meio enganoso, porque não posso considerar-me uma autoridade no uso de papel higiênico, nem o leitor encontrará aqui alguma dica imperdível sobre o assunto. Mas é que estive pensando nos tempos que vivemos e me ocorreu que, dentro em breve, por iniciativa do Executivo ou de algum legislador, podemos esperar que sejam baixadas normas para, em banheiros públicos ou domésticos, ter certeza de que estamos levando em conta não só o que é melhor para nós como para a coletividade e o ambiente. Por exemplo, imagino que a escolha da posição do rolo do papel higiênico pode ser regulamentada, depois que um estudo científico comprovar que, se a saída do papel for pelo lado de cima, haverá um desperdício geral de 3.28 por cento, com a consequência de que mais lixo será gerado e mais árvores serão derrubadas para fazer mais papel. E a maneira certa de passar o papel higiênico também precisa ter suas regras, notadamente no caso das damas, segundo aprendi outro dia, num programa de tevê.

Excerto da última crónica escrita por João Ubaldo Ribeiro, versão completa no jornal O Globo.

Sem comentários :

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...