terça-feira, 22 de abril de 2014

Acordo Ortográfico: a Fraude

Países Língua Portuguesa, Acordo Ortográfico

Nesta segunda-feira (21/04) gravei uma breve entrevista com o filólogo Sergio De Carvalho Pachá, que, em 2009, era Lexicógrafo-Chefe da Academia Brasileira de Letras (ABL) e conheceu os bastidores da reforma ortográfica mais absurda de que se tem notícia entre nós.

Pachá foi defenestrado da ABL por ter uma opinião privada (de caráter absolutamente técnico!) contrária ao acordo. Ele viu o gramático Evanildo Bechara transformar-se, num passe de mágica, de grande crítico da reforma em seu principal garoto-propaganda — para depois, com aparente sã consciência, editar um pequeno manual da nova ortografia, trazendo para as próprias algibeiras certamente mais do que as trinta moedas com que Judas vendeu Cristo.

O ridículo argumento da "união política entre os países lusófonos", como sabíamos previamente, não se cumpriu. Quem ganhou com a coisa no Brasil foram as editoras apaniguadas da "corte", que recebem milhões do governo para imprimir livros paradidáticos.

Trata-se de um depoimento histórico, dado por pessoa abalizada tanto pelo apuro do seu conhecimento lingüístico como pelos cabelos brancos e os alquebrados olhos, que a terra há de comer. Olhos de quem, como Gonçalves Dias no "I-Juca Pirama", pode muito bem dizer:

— Meninos, eu vi.

Reitero: entrevista concedida por uma autoridade em língua portuguesa que exercia papel importante na ABL quando da concepção do acordo ortográfico. Iniciativa esta chamada por Pachá de "fraude", sem meias palavras.

O material será apresentado ao público em breve.

Sidney Silveira, via ILC Contra o Acordo Ortográfico.

P. S. Sou contra qualquer acordo ortográfico sem as consoantes "mudas" e os acentos - especialmente o trema: saüdade, freqüente, delinqüente, etc. (leiam lá honestamente sem trema...) E que devolvam as consoantes todas - k, w, y - cysne fica melhor assim. E dansa com s é mais bonito. E que devolvam os acentos aos advérbios de modo. Etc. (E não julguem que estou a ironizar).

Sem comentários :

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...