terça-feira, 14 de maio de 2013

Como mata a Austeridade.

Apertar o Cinto, Hipocrisia, Cavaco Silva, Austeridade, Consumo,

A impossibilidade matemática de haver algum sucesso possível na política de austeridade que nos tem conduzido de vitória em vitória até à derrota final pode resumir-se assim: é impossível apertar o cinto e baixar as calças ao mesmo tempo. Mesmo tendo em conta que aqueles que têm vindo a ser obrigados a apertar o cinto têm emagrecido: porque o emagrecimento resulta do apertar do cinto, e quanto mais emagrecem, mais o cinto aperta, sem lhes dar oportunidade para baixar as calças. As saídas deste ciclo infernal são poucas:



E se o ar que respiramos está a um preço exorbitante, o que vai asfixiando tudo o que mexe e respira, também não é certo que os mortos não sejam igualmente espoliados. Afinal é tudo tão simples quanto isto: publique-se um decreto.

Já os pregadores da doutrina austeritária, a esses é vê-los cada vez mais gordos. E se o cinto lhes aperta, é porque já não cabem dentro dele.


Resta-nos esperar que morram de obesidade? Pedir a Nossa Senhora de Fátima que os leve para junto dela

Os limites da hipocrisia são os únicos que não podem ser ultrapassados; por uma razão simples: a hipocrisia não tem limites.

2 comentários :

  1. A Nossa Senhora de Fátima foi contratada a tempo inteiro pela Maria Cavaca.

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...