quarta-feira, 29 de Maio de 2013

Como fazer um blog literário?

Livro, Book, Crâneo, Caveira, Escultura em Livro

Este é mais um post meramente instrutivo para vos ensinar a fazer um blog de livros - alguns têm o desplante de se auto-intitularem blogs literários; a gente dá-lhes um desconto, que não sabem o que dizem, mas gostam - adoram! - livros - todo o tipo de livros - desde o manual de auto-ajuda até àquele clássico russo do século XIX - tudo a mesma coisa. Alguns são mais exigentes, focam-se somente na Literatura: desde As Cinquenta Sombras de Grey, de E. L. James, até Inferno, de Dan Brown, passando por Ulysses, de James Joyce, Em Busca do Tempo Perdido, de Marcel Proust, ou um clássico russo do século XIX - tudo a mesma coisa. Tem folhas, letras, e tudo.


Publica-se uma imagem da capa do livro, ao lado a ficha técnica, mais ou menos completa, em baixo a sinopse, por vezes uma breve, muito breve, biobibliografia do autor. Gostei!, Aconselho!, Ansiosa para ler!, E vocês, vão ler?, Lindo!, existem diversas formas para rematar o post. 
Alguns blogs, mais conhecedores dessas coisas do marketing e do suspense, fazem render o peixe. Primeiro, um post apenas com a capa do livro. Em breve! Depois, a capa com a ficha técnica, mais ou menos completa. Lançamento dia tal. Por fim, novo post, acrescenta-se-lhe a informação que habitualmente vem na contracapa, a sinopse, e a pequena biobibliografia do autor. Nos blogs mais sérios dá-se também uma piquena opinião - ocasião para um quarto post.

Alguns blogs mais requintados fazem concursos. Perguntas idiotas, que aquilo não é bem um concurso, é como nos programas de televisão em que pedem para adivinhar a palavra que aparece no ecrã sem uma letra, e que a apresentadora até já disse - descaiu-se - aquilo é só para ganhar audiência. Os mais exigentes, fazem perguntas mais difíceis! - que chatice, obrigar o pessoal a googlar! Claro que as editoras patrocinam estas idiotices, portanto, não se esqueçam de colocar na barra de links, ligações para todas as editoras. Também podem dar destaque a alguns livros, coloquem imagens na barra lateral, com ligação ao post em que escrevem sobre ele.

Se caírem mesmo na tentação de fazer um blog de livros - perdão, perdão - blog literário - não se descaiam quando vos perguntarem quantos livros já leram - especialmente se a tentação de dar opinião foi mais forte. Esta gente que lê vinte e trinta livros por semana - que ecléticos que são! - vão-se a fazer as contas e em toda a vida não leram mil... Genial, o Sherlock Holmes, que escritor fantástico! Genial, o Dan Brown, que maravilha! Na verdade eu sempre quis fazer um post sobre As Cinquenta Sombras de Grey, mas não sabia como.

Ah! Que saudades do tempo em que os livros não se vendiam em estações de serviço, supermercados, estações de correio, farmácias, e drogarias...

(E parem de me enviar convites para participar nos vossos concursos idiotas!)

8 comentários :

  1. Ah, grande André. Pensava que era só eu a pasmar perante esse ecletismo acrítico que encontra genialidade para onde quer que se volte.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estas pessoas que se limitam a fazer uma cruz ("lido") numa lista imaginária (ou real) de livros, fazem-me lembrar aqueles turistas que assinalam em mapas «estive aqui». Tudo o resto não lhes importa - só têm a assinalar que «estiveram» ali, como um caçador de troféus...

      Eliminar
  2. Não sei se te referes ao convite que eu te fiz no meu comentário sobre o jantar, mas nem o meu nem o blog em causa são blogs literários, muito longe disso...

    ResponderEliminar
  3. Ainda não consegui ler o Ulysses (depois de três ou quatro tentativas)
    Se as Editoras me enviassem livros iria seguir as sugestões e começar hoje mesmo um blog de livros, digo, um blog literário!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tens que fazer como digo - mas para teres sucesso na parte de as editoras te enviarem livros, convém criar um grupo no goodreads e uma página no facebook (escusado será dizer que quantos mais seguidores melhor), depois é esperar - ou atalhar caminho: um e-mail para a editora, como quem não quer a coisa, «tenho o blog tal, e o grupo tal, que é um grupo de leitura - e tal - e tal e coisa...», se é que me entendes... :-)

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...