quarta-feira, 10 de abril de 2013

O Desastre de Portugal

Portugal, Desastre, Naufrágio, Bater no Fundo

Ferreira do Amaral diz que as Parcerias Público-Privadas foram um desastre. Foram e são. Os bancos são outro desastre. O governo é um desastre, e nem com o Miguel Gonçalves a bater punho se desenvencilham. Mas o verdadeiro desastre é termos políticos, como Ferreira do Amaral, tão desastrosos: tão desastrosos que fazem os desastres acontecer. E eu que sempre pensei que os desastres fossem acidentais... 



...mas cá temos os políticos para desconstruir as nossas ideias feitas, dizendo-nos que não têm nada que ver com os desastres que provocaram...

2 comentários :

  1. Este pulha foi meu colega na tropa, em Mafra e ambos fomos para o curso de capitães; tratávamo-nos por tu e éramos amigos, embora não chegados.
    Finda a tropa e passados uns anos, era ele secretário da indústria foi inagurar uma exposição de texteis para exportação em que a minha empresa tinha um pavilhão; conversou comigo, tu para cá, tu para lá...
    Passados tempos cruzámo-nos numa rua de Lisboa, eu ia falar-lhe e virou-me a cara, o palhaço...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Esses tipos só conhecem quem (e quando) tenha algum "interesse"...

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...