sexta-feira, 26 de abril de 2013

Crónicas de Zwahlen #3

Xadrez, Chess, Tabuleiro de Xadrez
Tabuleiro de Xadrez gigante, em Berne

     Para os amadores o xadrez é um jogo bastante simples e previsível. Quando dois adversários habituais se encontram, as jogadas são sempre as mesmas, pois os amadores não estudam o jogo, estudam o adversário. E quando um apresenta uma jogada nova, é sentida pelo outro como uma deslealdade. Entre amadores jogadas diferentes só podem acontecer quando um deles se distrai, se farta, ou decide improvisar; no conhecimento que têm do adversário, os amadores pressentem quando uma nova jogada não se insere nestas categorias.
     Após um lance imprevisível todas as jogadas podem ser fatais para um dos reis. Entre amadores todas as jogadas são tão perigosas para o rei que se ataca como para o rei que se defende. O jogo monótono e repetitivo transforma-se subitamente num desafio emocionante em que o perigo espreita a cada movimento. O xeque-mate é uma ameaça constante, mesmo que uma combinação muito distante de jogadas seja necessária para que algum rei corra perigo, ainda que nenhum dos jogadores tenha traçado um plano ou caminho para deixar o rei adversário sem nenhum lance de fuga, defesa, ou ataque, que o possa livrar do tombo. 
     Embora a ameaça esteja muito distante, para os amadores qualquer movimento é fatal e sentido como uma possível queda. Os amadores tombam, muito antes de tombar. Quanto aos profissionais, não tenho provas que seja de maneira diferente - nem que os outros amadores concordem. Todas as vidas são imprevisíveis e estão condenadas à derrota. Alguns caem de pé.

1 comentário :

  1. Eu já soube jogar xadrês e é um jogo muito estimulante.
    A propósito da foto, gostei muito da pequena cidade de Berna.

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...