sexta-feira, 26 de abril de 2013

Crónicas de Zwahlen #2

Zwahlen, Didier Cuche, Eric Bindith,
Didier Cuche, Sculpture de Eric Bindith, à Le Pâquier

Didier Cuche terminou a carreira a 17 de Março de 2012. À escultura em madeira, realizada e oferecida por Eric Bindith, por ocasião das celebrações na sua terra natal, Le Pâquier, comemorando a fantástica época de 2008/2009, caiu-lhe um braço. De todas as vezes que passei por Le Pâquier pensei em parar para tirar uma fotografia, mas ou não tinha a máquina comigo, ou o clima não convidava a paragens, ou simplesmente adiava para uma próxima oportunidade, porque não me apetecia parar. Hoje, ao passar por Le Pâquier, reparei que a escultura tinha perdido um braço, que jaz tombado a seu lado. Talvez já lhe tenha caído há mais tempo e eu não tenha reparado. Estando a escultura exposta aos humores do clima, e sendo de madeira, era fácil prever que mais dia menos dia o processo de deterioração teria consequências visíveis.

Continuamos sempre - até que os sinais de tragédia que ignoramos ou contornamos nos obrigam a parar. Quando paramos é tarde demais para continuar, e não podemos voltar atrás.

Sem comentários :

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...