sexta-feira, 12 de abril de 2013

Como é Linda a Puta da Vida, de Miguel Esteves Cardoso

Miguel Esteves Cardoso, Como é Linda a Puta da Vida

Miguel Esteves Cardoso, MEC para os amigos, tem vindo a perder qualidades ao longo do tempo, as crónicas no Público - que agora só leio de quando em quando, quando alguém as reproduz em blogs ou nas redes sociais - enfim, no facebook - que o Público deixei de o comprar há muitos anos - tornaram-se repetitivas, monótonas, aborrecidas - insonsas. Tantas qualidades perdeu que agora vai ser produto de hipermercado na Porto Editora. Desconhecendo o conteúdo deste novo livro de crónicas, aprovo-lhe o título - Como é Linda a Puta da Vida - uma bela merda!, em bom Português - «Estes anos, para mim, têm sido difíceis, embora tenham sido também felizes e bons. E o título deste livro de crónicas que vai sair em Abril acompanha dias bons e dias maus» - «Mas a coisa mais importante é que, mesmo nos dias maus, havia sempre momentos bons. É à própria pessoa que cabe decidir o dia. Por isso é que o livro se chama Como É Linda a Puta da Vida».

Diz Miguel Esteves Cardoso que enquanto selecionava as crónicas que fazem parte de Como é Linda a Puta da Vida ficou surpreendido com a quantidade de merda que uma pessoa escreve - Oh Miguel! - gosto do teu nome Miguel - está na hora de voltares a escrever num blog!
«A vida é má e imprevisível e é uma puta. E não se percebe bem qual é o critério. Mas, por outro lado, é linda» - disse ainda o Miguel Esteves Cardoso, segundo o Público. A partir daqui acaba o artigo de jornal e começa a publicidade à Porto Editora e aos seus novos autores. 

Oh Miguel - permite-me tratar-te pelo nome que partilhamos - e pelo qual sou tratado por algumas das pessoas mais chegadas - não te deve interessar nada, nem vais ler estas parvoíces, merdas!, - os amigos chamam-me André - embora não seja o meu nome civil - é uma longa história que não interessa para aqui - vê lá que até o parvalhão do meu melhor amigo me começou a tratar por André - mas voltemos ao que interessa, Miguel: li todas as tuas obras - excepto as de teatro - comprei mais de metade, as outras foram emprestadas - a capa de Como É Linda a Puta da Vida - e o título, talvez escapem - o conteúdo provavelmente não é mau - mas!..., trocar a Assírio & Alvim pela Porto Editora?! Miguel, isso não te perdoo! É o mesmo que trocar a miúda mais gira do bairro - da cidade, do mundo! - por uma puta! Bem sei que O Amor é Fodido! -, e que tens uns tiques monárquicos*, mas, oh Miguel!, há coisas incompreensíveis!


*Isto só pode ser coisa de aristocrata arruinado, a tentar salvar a fortuna casando com uma duquesa velha, feia, e rica.

7 comentários :

  1. Respostas
    1. Gosto mesmo muito do MEC. Mas trocar a Assírio & Alvim pela Porto Editora... Deve andar com os «valores» trocados.

      Eliminar
  2. A Assirio e Alvim foi comprada pela Porto Editora

    ResponderEliminar
  3. Olá Sandra Rosendo, sim, eu sei: http://thoughloversbelostloveshallnot.blogspot.com/2012/03/o-fim-da-assirio-alvim.html

    ...

    ResponderEliminar
  4. Não é trocar por uma puta, é amor verdadeiro. Daí que a "puta da vida" seja linda!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Trocar a Assírio & Alvim pela Porto Editora é trocar por uma puta... Não que a Assírio & Alvim não seja também uma puta (afinal vendeu-se). A "puta da vida" por vezes até poderá ser linda, mas em geral é apenas puta!

      Eliminar
    2. resumindo, trocou uma puta por outra.. que negativismo, eu não acho que a puta da vida seja apenas puta, também é linda, até porque há putas que são lindas, se não não ganhavam dinheiro. Mas a vida é sempre linda, quer se venda quer não.

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...