quinta-feira, 28 de março de 2013

Torquato da Luz, um amigo.

Torquato da Luz
Torquato da Luz (1943-2013)

Este é um daqueles momentos em que as palavras se escondem de nós, e ficamos sem saber que dizer, mas sabemos que temos que dizer alguma coisa. Temos que dizer alguma coisa, não pela pessoa que infelizmente partiu, mas por nós mesmos, porque nos dói o que dela ficou em nós. Torquato da Luz continuará vivo enquanto nos lembrarmos dele. Para mim, Torquato da Luz, mais que Poeta e jornalista, foi o amigo que nunca cheguei a conhecer pessoalmente. O amigo que me enviava os livros que publicava. O amigo que me dizia que gostava de ler os poemas que eu ia escrevendo - provavelmente nunca escrevi nenhum que se aproveite. O amigo que eu ia lendo no blog Ofício Diário. E eu só agora fiquei a saber da sua morte. E neste momento sinto aquela tristeza que é uma mistura de mágoa, dor, e impotência. Guardarei para sempre, na memória e no coração, as tuas generosas palavras; e os livros que me ofereceste com amizade e admiração. Até sempre amigo.

Sem comentários :

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...