sábado, 2 de março de 2013

Da Felicidade

A Vida é Bela, Sorriso, Felicidade

Sempre vivi à rasca - mas havia sorrisos na cara das pessoas, mas havia felicidade que obstinadamente crescia no meio de tantas agruras, mas havia esperança num futuro melhor. E agora? Sem trabalho, sem dinheiro, sem perspectivas de futuro, sem esperança, sem amigos ou família a quem recorrer - ninguém vive do ar. Embora esteja convencido que nos burocráticos gabinetes estatísticos de ministérios, comissões, e institutos, creiam que sim. Acredito que julguem mesmo que o dinheiro cresce nos bolsos daqueles que vivem do ar da mesma forma que cresce na árvore das patacas. É por esta razão que inventam taxas, contributos especiais, impostos: porque o dinheiro nunca faltará nos bolsos daqueles que vivem do ar. Mas nós, os que vivemos do ar, estamos a asfixiar. E quando nós, os que vivemos do ar, asfixiarmos, há-de acabar-se também o ar que vós, os que nos roubam a esperança, o futuro, o sorriso, a felicidade - respirais, ou pelo menos há-de acabar-se o dinheiro que nos roubam dos bolsos...

1 comentário :

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...