terça-feira, 23 de outubro de 2012

Livro do Desassossego

Livro do Desassossego, Primeira Edição, Ática, Bernardo Soares, Fernando Pessoa, Jacinto Prado Coelho

Em todo o caso, nesta revisão e classificação dos meus papéis, vou achando e arrumando o que pertence ao Caeiro.


Na verdade, chegou a compilar, metendo-os em maços, os versos deste heterónimo, as prosas daquele personagem que era Bernardo Soares, as poesias de ele-mesmo Fernando Pessoa. Muitas composições foram dactilografadas. Não chegou, porém, a fazer tudo, tanto mais que em muitos casos havia tudo a fazer - as próprias obras que não estavam feitas. É o caso do Livro do Desassossego, de que ficaram pouco mais que os capítulos publicados na Presença, na Contemporânea, no Descobrimento, na Solução Editora, etc.*

João Gaspar Simões, em Vida e Obra de Fernando Pessoa, 1954


*Nota 615 - Falou-se há anos no aparecimento de volumoso original inédito do Livro do Desassossego. Até à data, porém, tal original ainda não surgiu em letra de forma. (Nota da 2.ª edição, de 1971).

Livro do Desassossego, Primeira Edição, Ática, Bernardo Soares, Fernando Pessoa, Jacinto Prado Coelho

Livro do Desassossego
Editor: Edições Ática
Local: Lisboa
Data 1.ª edição: 1982
Páginas: Tomo I: 321; Tomo II: 287
Capa: Brochura
Dimensões: 20x14 cm

A primeira edição do Livro do Desassossego seria publicada em 1982, 47 anos após a morte de Fernando Pessoa - a mesma idade com que o poeta faleceu, numa edição da Ática, com recolha e transcrição dos textos de Maria Aliete Galhoz e Teresa Sobral Cunha. A organização (e prefácio) dos textos é de Jacinto Prado Coelho. João Gaspar Simões, falecido em 1987, ainda conheceu a obra; no entanto não alterou o texto inicial da sua biografia de Fernando Pessoa, nem lhe acrescentou nova Nota.

Sem comentários :

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...