domingo, 26 de agosto de 2012

50 livros que toda a gente deve ler...

Livros, Books, Reading, Ler, 50 livros que toda a gente deve ler
© Fotografia de Joel Robinson - daqui.

Gosto de listas; têm qualquer coisa de artístico, no sentido Wildeano, em que toda a arte é inútil. No Expresso elaborou-se uma lista de 50 livros que toda a gente deve ler. A negrito aqueles que faltam nas minhas estantes. Desses li Memórias Póstumas de Brás Cubas, de Machado de Assis, e tenho aqui no computador um pdf com o texto de Ulisses, de James Joyce. Ainda assim faltam-me. Se alguém se quiser desfazer de um destes exemplares abaixo, por falta de espaço ou outro motivo qualquer, podem enviar para a morada ali ao lado. Pronto, eu sei... - mas vale sempre a pena tentar...

Um dia destes elaboro a minha lista.

Guerra e Paz, Leo Tolstoi
Ficções, Jorge Luis Borges
Crime e Castigo, Fiódor Dostoievski
As Elegias de Duíno, Rainer Maria Rilke
Ulisses, James Joyce
À Espera de Godot, Samuel Beckett
Macbeth, William Shakespeare
Os Miseráveis, Victor Hugo
A República, Platão
O Coração das Trevas, Joseph Conrad
O Homem sem Qualidades, Robert Musil
O Processo, Franz Kafka
Madame Bovary, Gustave Flaubert
A Vida e Opiniões de Tristan Shandy, Laurence Sterne
A Vida - modo de usar, Georges Perec
Memórias Póstumas de Brás Cubas, Machado de Assis
O Ofício de Viver, Cesare Pavese
A Montanha Mágica, Thomas Mann
Retrato de uma Senhora, Henry James
Lolita, Vladimir Nabokov
O Jogo do Mundo (Rayuela), Julio Cortázar
Em Busca do Tempo Perdido, Marcel Proust
Moby Dick, Herman Melville
Se Isto é um Homem, Primo Levi
O Vermelho e o Negro, Stendhal
O Grande Gatsby, F. Scott Fitzgerald
Ensaios, Montaigne
Antologia Poética, Frederico García Lorca
Austerlitz, W. G. Sebald
As Aventuras de Augie March, Saul Bellow
1984, George Orwell
A Terra sem Vida, T. S. Eliot
Os Maias, Eça de Quiroz
As Ondas, Virginia Woolf
Dom Quixote de la Mancha, Miguel de Cervantes
Poesia, Guiseppe Ungaretti
Poesia, Álvaro de Campos
Confissões, Santo Agostinho
Auto-de-Fé, Elias Canetti
O Som e a Fúria, William Faulkner
Debaixo do Vulcão, Malcolm Lowry
O Monte dos Vendavais, Emily Brontë
O Ano da Morte de Ricardo Reis, José Saramago
Os Detectives Selvagens, Roberto Bolaño
Cândido ou O Optimismo, Voltaire
Submundo, Dom Delillo
Odisseia, Homero
A Divina Comédia, Dante Alighieri
Quando Tudo se Desmorona, Chinua Achebe
Obra Poética, Sophia de Mello Breyner Andresen


Desta lista li 27 em 50, nada mau. Aquele título ali acima, Quando Tudo se Desmorona, chamou-me especialmente a atenção. Fui ver do que trata... Podia perfeitamente falar da União Europeia... quando os tempos que correm forem romanceados... Pena que o título já esteja ocupado...

4 comentários :

  1. Pois...tenho alguns dos que lhe faltam mas...gostava de os conservar, se não se importa :)

    ResponderEliminar
  2. bem, que exercício interessante para o meio-dia de fim de agosto: já li
    ficções, do rilke as cartas a um jovem artista.
    o coração das trevas, o processo (a meio), madame bovary (a meio)
    li a praia de cesare de pavese, li do mann a morte em veneza, vermelho e negro (a meio), o grande gatsby, os maias,o monte dos vendavais
    a ano da morte de r.r. (a meio na página 56), o cândido de voltaire
    a odisseia não mas ilíada (li na cadeira de introd a estudos clássicos)
    já li Lorca, sophia e montaigne no vai e vem da vida.
    A lista está interssante mas não contemplar sartre, camuas ou wilde, é estranho. ou mesmo Hemingway. beijinhos benjamin

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. As listas são assim, nunca dão para contemplar todos os que nós pensamos que deviam constar... Um dia destes publico a minha lista: mas uma lista daqueles que ainda não li e quero ler... bjs.

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...