quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

Política na Parede*

Salamanca, Plaza del Mercado

Hoje passei por Salamanca, onde não ia há quase quatro anos. E quanto mudou a cidade, em quatro anos!, embora vista de longe pareça exactamente a mesma. Onde antes havia frenesim, hoje vêem-se ruas onde tudo está para alquilar ou vender: numa delas, contei vinte e dois espaços comerciais encerrados com estes dizeres. Não contei os que continuavam abertos, mas diria que o número não chega a uma mão cheia. Desde antigos bares a lojas de informática, passando por sapatarias, pastelarias, ou lojas de artesanato, nada resiste. Os edifícios antigos, do centro histórico da cidade, estão todos riscados e sujos, e muitos dos antigos espaços comerciais com as portas e montras tapadas com blocos de cimento. Não tive tempo para documentar com fotografias, pois apenas estava de passagem. Esta foi uma das poucas que tirei, lembrando-me da *série de posts do Delito de Opinião, que dá título a este post.

4 comentários :

  1. [Caríssimo!
    Venho mui respeitosamente informar-te de que te «apagarei» como «amigo» no Facebook, caso aquela horrenda e tenebrosa caveira continuar a assombrar o meu horizonte visual. Acho que, mesmo no FB, nada me obriga a deixar que me agridam.
    (Isto é meio a sério, meio a brincar, mas, se fosse a ti, não desafiaria os deuses…)
    Abraço.]

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. [Caro amigo,

      Obviamente não cedo a chantagens mais ou menos a brincar. Se fosse uma chantagem a sério, ainda pensava no caso. Vais ter que me desamigar. Eu e os deuses andamos de costas voltadas.
      Abraço.]

      Eliminar
  2. Há muitos anos não vou a Salamanca, cidade que no meu imaginário continuava a ser aquela cidade alegre, cheia de bulício e linda dos meus tempos de juventude.
    Agora deste um tiro nesse meu imaginário...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pinguim, não digo que a cidade não continue a ser alegre: não tive tempo para o constatar... Porém começam a surgir muitos sinais... São as (muitas) lojas fechadas, são as paredes de alguns edifícios históricos graffitadas (não um ou outro ocasional), e... quando estava de saída um polícia pelo meio da rua a perseguir um jovem rapaz que devia ter roubado qualquer coisa...

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...