sábado, 25 de fevereiro de 2012

memórias pequenas* #1

Recordo amiúde o dia do meu nono aniversário: fugi à catequese; fugi para o bosque** com o João e o Davide; fingíamos que éramos Índios e Cowboys; tínhamos flechas e granadas, e pinhas explosivas. E quando o intervalo grande acabou fomos tirar uma fotografia. Ainda não sabia que nunca mais voltaríamos a brincar juntos: a única coisa que me preocupava então eram as calças rasgadas que tinha estreado no dia do meu nono aniversário. A fotografia nunca a vi.


*Qualquer semelhança com o título da obra autobiográfica do José Saramago, não é pura coincidência.

**Termo demasiado pomposo que usávamos para dizer giestal com dois ou três carvalhos...

2 comentários :

  1. É pena que nunca tivesses visto a foto; melhor seria ainda, possuí-la.

    ResponderEliminar
  2. Mesmo, mesmo uma grande pena... A verdade é que não tenho a certeza quem é que foi que tirou as fotos (foram duas, disso tenho a certeza): uma sentados os três num muro, outra apenas eu e o Davide...

    O Davide só o voltei a ver 10 anos depois... O João nunca mais o voltei a ver...

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...