terça-feira, 23 de fevereiro de 2016

O Meças - de J. Rentes de Carvalho - Lista de Desejos #5

O Meças, José Rentes de Carvalho, Capa
O Meças
J. Rentes de Carvalho
O Meças. Novo romance de J. Rentes de Carvalho, disponível a partir de 04 de Março de 2016, já se encontra em pré-venda. «Uma história de violência, em que a progressiva definição dos contornos da memória trará novas e dolorosas verdades. Romance inédito, nele se conta a história de António Roque, homem atormentado, possesso do demónio de funestas memórias. As imagens do passado que regularmente se apoderam dele transformam-no num monstro capaz dos piores atos. No entanto, a obscura história da irmã e do homem abastado que se servia dela - e que, apesar de morto, continua a instigar-lhe um ódio devastador - não é exatamente como ele pensa que se lembra. Depois de anos emigrado na Alemanha, o Meças regressa à sua aldeia de origem. Com ele vivem o filho (a quem detesta) e a nora (a quem deseja, mas inferniza a vida), atemorizando, de resto, todos os que com ele se cruzam. Uma história de violência, em que a progressiva definição dos contornos da memória revelará novas e dolorosas verdades.» Diz a sinopse

São 184 páginas de puro deleite. Como posso afirmá-lo, se ainda não o li - se, quem sabe, talvez nunca o venha a ler? Depois de tantas páginas, só pelo facto de ser de J. Rentes de Carvalho, posso afirmá-lo. Um dos meus escritores dilectos. Não percam a oportunidade de o ler.

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016

Quinto Aniversário do Blog


O blog completou cinco anos - e eu nem sequer me lembrei da data. Tenho andado por aí, lendo os blogs que sigo - mas não me apetece escrever nada. Espero que esteja tudo bem convosco, com quem ainda passa por aqui - e com quem já deixou de passar. Talvez um dia volte com outra frequência. Talvez não. Sejam Felizes - se puderem - e até se não puderem. Abraços e Beijinhos - à vossa escolha.

terça-feira, 12 de janeiro de 2016

Ashes to Ashes - David Bowie


Gosto muito do David Bowie. Gosto muito de muitas músicas do David Bowie. Esta é uma das minhas preferidas - não me canso de a ouvir, e até já a tinha partilhado aqui no blog. Volto a publicá-la. Até sempre (ou até já) David Bowie.

Letra:

sábado, 2 de janeiro de 2016

Outra vez na Rádio. Elmo.

André Benjamim, Rui Ventura, Rádio Elmo
É, voltei à rádio. Ando a ficar viciado nisto de ir à rádio. Qualquer dia perco mesmo a fobia ao micro: mas como podem ver pela imagem, afastei-os de mim. Ou foi apenas uma forma de privar os ouvintes da minha voz esganiçada - ironia, não é grande coisa, mas esganiçada julgo que não é termo que se lhe aplique com propriedade. 

Porquê a boina? Ora, para esconder o cabelo.

sexta-feira, 1 de janeiro de 2016

O primeiro post de 2016

Brain Rainbow, Cérebro, Arco-Íris


Tenho muitas coisas para dizer - em tudo - mas o lado silencioso do cérebro acaba sempre por vencer. Sejam felizes, se conhecerem a ciência - ou até se não conhecerem. É a única oportunidade que têm - não há segundas oportunidades - e às vezes nem primeira - diz-me o lado cinzento do cérebro.